Notícias


Mais Ricos e Mais Felizes

20/08/2019 quem usa aparelho auditivo é mais feliz



Você sabia que as pessoas que usam aparelhos auditivos são mais saudáveis, felizes e mais ricas??

É o que diz um estudo chamado “Hearing Loss – Numbers and Costs”. Em português: “Deficiência auditiva - Número e custos”.

Segundo estudo, o salário de quem usa aparelhos auditivos é consideravelmente mais alto se comparado aos de deficientes auditivos que não usam aparelhos auditivos.

Os participantes deste estudo que usam aparelhos auditivos relataram ter obtido uma melhor qualidade de vida sob vários aspectos: menos cansaço físico, melhor qualidade de sono, menos depressão, e melhor capacidade de memória, comparado com não usuários. Após terem passado a usar os aparelhos, também relataram um impacto positivo nos relacionamentos familiares.

O secretário geral da Hear-it AISBL, Kim Ruberg afirma:
 “Há muitas vantagens no tratamento de deficiência auditiva que eu, simplesmente, recomendo caso você tenha deficiência auditiva, que comece a usar aparelho auditivo ou implantes. E se você acha que tem deficiência auditiva, aconselho a fazer um teste auditivo.”

Alguns dados significativos destacados neste estudo foram:

Rendimentos e emprego - Pessoas com deficiência auditiva não tratada experimentam taxas de desemprego mais elevadas do que pessoas sem deficiência auditiva, além de se aposentarem mais cedo.

Custos para a sociedade - Deficiência auditiva não tratada representa perda tanto na produtividade como na economia. Devido a piora na qualidade de vida, declínio cognitivo e problemas de saúde como depressão, aumentam os gastos com questões de saúde e benefícios sociais.

Qualidade de vida - Deficiência auditiva pode levar ao isolamento social, solidão e até mesmo a depressão; interfere nas relações pessoais e familiares, afeta a saúde psíquica e bem estar, reduz atividades físicas e propicia outras enfermidades crônicas.

Como você pode ver, não faltam motivos para começar a tratar a perda auditiva o quanto antes. VOCÊ SÓ TEM A GANHAR.

Sobre o estudo
O estudo ”Hearing Loss – Numbers and Costs” foi conduzido pela Hear-it AISBL, pela Professora emérita Bridget Shield, da universidade Brunel University, em Londres , e contou com a colaboração do Professor Mark Atherton, da mesma universidade. Em 2006 a Professora Bridget Shield reuniu os primeiros relatórios para a Hear-it AISBL: “Evaluation of the Social and Economic Costs of hearing Impairment”, em português, avaliação de custos sócioeconômicos voltados para  dificuldades auditivas.